PL Mulher SP

Importância da adoção é abordada na Câmara Municipal de Osasco

PL Mulher SP parabeniza Vereadora Ana Paula Rossi por defender projetos e fomentar diálogos sobre possibilidades no campo da adoção

De 23 a 29 de maio acontece a “Semana Municipal de Garantia do Direito à Convivência Familiar”, instituída em 2012 a partir de um projeto da vereadora de Osasco, Ana Paula Rossi. A parlamentar aproveitou a realização da Sessão Ordinária, nesta terça-feira (24), para falar sobre a semana e também abordar a celebração do Dia Nacional da Adoção.

“Hoje, 25 de maio, é o Dia Nacional da Adoção e eu estou muito feliz em falar sobre as mães do coração. É importante a gente lembrar das crianças e adolescentes que não tem garantido o direito constitucional de ter convivência familiar. Quanto mais o tempo passa, menos chance eles têm de fazer parte de uma família”, comentou a parlamentar.

Ana Paula Rossi é mãe adotiva e sempre fala com muito orgulho, amor e entusiasmo sobre o privilégio de ser mãe de coração. “Deus me presenteou com três filhos maravilhosos. Não tem diferença nenhuma, precisamos ter esse olhar atento a essas crianças e precisamos discutir essa questão, e que Osasco faça a diferença nesse assunto”, defende Ana Paula Rossi.

A vereadora é incentivadora de projetos e ações voltados ao assunto e, segundo ela, é importante que a população se conscientize da importância da convivência familiar na formação do indivíduo e do seu desenvolvimento. “A gente precisa discutir esse tema, difundir propostas e propor programas para ajudar a ressignificar as vidas de muitas crianças e adolescentes”, disse ela.

Aproveitando esta homenagem ao Dia Nacional da Adoção, comemorado hoje (25/5), o PL Mulher São Paulo convida todos a refletirem sobre a importância desse ato de amor e de responsabilidade social, capaz de mudar o destino de tantas crianças. Parabeniza ainda a vereadora Ana Paula Rossi, que dedica a sua vida aos três filhos com muita dignidade, respeito e gesto de amor incondicional.

Para o presidente estadual do PL, Tadeu Candelária, essa data é um importante momento de reflexão, “ao mesmo tempo em que lembro das pessoas que realmente se interessam, como a vereadora Ana Paula Rossi, que se dispõem a dedicar amor e doação a alguém que está necessitando de afeto e carinho”, disse.

Dia Nacional da Adoção

A data procura conscientizar a população sobre a importância de adotar e assegurar o direito de crianças e adolescentes à convivência familiar. Segundo dados do Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA), do Conselho Nacional de Justiça – CNJ, há pouco mais de 4,1 mil crianças e adolescentes aptos para adoção. Dessas, a maior parte não está mais na faixa etária da primeira infância: 3.237 têm mais de 6 anos. Apenas 282 são bebês, com menos de 2 anos de idade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.